Como Fazer Uma Redação Perfeita para Qualquer Tipo de Exame

Para saber Como Fazer Uma Redação Perfeita, veja estas dicas práticas! Tenho certeza de que elas vão transformar a sua forma de escrever…

Já sei bem o que é receber um tema de redação e não saber nem por onde começar; pior, nem entender a proposta direito!

E para que você não passe (ou não continue passando) por esse sufoco, leia atentamente o que eu vou lhe recomendar a partir de agora.

Preparado? Então, vem comigo!

Como Fazer Uma Redação Perfeita

Comece por você

Eu prometi que ia lhe entregar dicas práticas, certo? Mas antes, não posso passar para essa etapa sem antes lhe fazer algumas recomendações a fim de que você aprimore a sua forma de escrever.

Não precisa nem dizer que ler mais e praticar a escrita devem fazer parte da sua rotina como faz tomar banho, escovar os dentes ou qualquer outra atividade essencial a você.

O consumo de diferentes manifestações artísticas, como literatura, teatro, música, cinema, artes visuais e plásticas são grandes fontes de ideia para redações. Não despreze!

Agora, o fundamental: o conhecimento das regras gramaticais. Não há como fazer uma redação perfeita se você não souber nem escrever.

Mesmo que você tenha o melhor professor do mundo ao seu lado para lhe ensinar redação, se você não souber nem escrever, não adianta nada.

O português é a matéria prima do seu texto. Se você tem muita dificuldade nessa disciplina, procure reservar um tempinho diariamente para estudá-lo.

Não dá para ensinar nado borboleta para quem não sabe nem nadar… concorda?

O que destaco como essenciais para a escrita são:

  • Acentuação
  • Pontuação
  • Concordâncias verbais e nominais
  • Um conhecimento mínimo da estrutura sintática.

Ponha uma lente de aumento nesses itens para estudá-los como prioridade.

Preparação: a chave

A arquitetura e a engenharia do prédio é que vão garantir o sucesso ou o fracasso da construção. Entender isso é a chave para saber como fazer uma redação perfeita.

Se o planejamento dela e as bases não estiverem bem feitos, o que for executado depois, isto é, o texto, também ficará defeituoso. Por isso, eu sugiro que você perca um tempo nessa etapa.

O primeiro passo é a compreensão do tema. Leia atentamente os textos motivadores que acompanham a proposta de redação.

Eles trazem informações que, às vezes, você não sabia ou tinha se esquecido a respeito do tema.

Se precisar usar alguma informação contida ali, escreva com as suas palavras. Nunca copie!

Para melhor compreensão do tema, você pode desmembrá-lo. Veja o do último ENEM:

  • Caminhos para combater: propõe sugerir ideias contra algo
  • A intolerância religiosa: mostra que há, de fato, pessoas que pensam que a sua crença é mais nobre do que a dos outros
  • No Brasil: a discussão é restrita ao país (embora o problema não seja exclusivo dele).

A seguir, o planejamento deve ser feito antes mesmo de se começar a escrever. Você deve rascunhar os seguintes itens:

  • Tese: qual o seu posicionamento frente ao assunto? Será ele que você vai defender
  • Argumentos: são explicações para justificar o seu ponto de vista. Escolha pelo menos dois
  • Estratégias argumentativas: são informações que fundamentam os seus argumentos; para cada argumento é desejável que haja mais do que uma.

Introdução

A introdução da sua redação, para ficar mais completa, deve apresentar três elementos:

  • Contextualização: é uma frase introdutória que tem a função de informar o leitor sobre qual assunto você vai tratar
  • Problematização: é descrever um prejuízo, um perigo ou um inconveniente que aquele assunto tratado no tema traz à sociedade
  • Tese: é o seu ponto de vista e a “bandeira” que você vai defender em toda a dissertação; ela será o seu guia.

Vou exemplificar com o tema do último ENEM abordado no tópico anterior:

[CONTEXTUALIZAÇÃO] No Brasil, como em outras nações, ainda há quem se acredite superior a outras pessoas pelo simples fato de escolher uma determinada religião para seguir. [PROBLEMATIZAÇÃO] Isso, por si só, não seria exatamente um problema se essas pessoas não quisessem impor as suas crenças aos outros ainda que pela força. [TESE] Em virtude dessa conduta, medidas precisam ser tomadas para que o direito de professar uma religião seja exercido livremente conforme possibilita a Constituição.

Você percebeu que não há como fazer uma redação perfeita sem uma boa preparação e uma boa introdução.

Mas o fundamental mesmo é o que vem depois, o desenvolvimento, que é o coração do seu texto.

Desenvolvimento

No desenvolvimento, você vai defender a sua tese. E como fazer isso? Com argumentos!

Todavia os argumentos não podem ser vazios. Não se pode provar nada a alguém só com afirmações sem provas.

Em função disso, as estratégias argumentativas são essenciais para validar os seus argumentos.

Vou exemplificar com o tema em questão:

Argumento 1:

O princípio da imposição da religião ao outro revela um sentimento de superioridade.

  • Estratégia 1: se a minha religião é melhor do que a do outro, esse fato faz-me automaticamente melhor do que ele
  • Estratégia 2: os jesuítas acreditavam que os índios encontrados no Brasil, no início da colonização, precisavam ser orientados, pois seguiam deuses que não eram deuses; logo, o deus dos jesuítas era melhor do que o dos índios, porque era real.

Argumento 2:

Como pessoas sentem-se superiores a outras em virtude da religião, acreditam que podem agredi-las.

  • Estratégia 1: acontecia no passado: a chamada Santa Inquisição, que era acionada sempre que alguém era acusado de se desviar da fé católica, resultando ao denunciado tortura e morte
  • Estratégia 2: acontece no presente: recentemente uma menina foi apedrejada por causa de sua religião.

Para finalizar as dicas de como fazer uma redação perfeita, vamos à conclusão.

Conclusão da redação

O parágrafo conclusivo faz o fechamento do texto e serve tanto para reafirmar o seu posicionamento como para acrescentar uma observação final ao que foi discutido.

É preciso ter o cuidado de não adicionar um novo argumento a esse parágrafo, pois o que tinha de ser argumentado e provado já o foi feito no desenvolvimento.

Ele deve trazer a seguinte estrutura: Expressão Inicial + Reafirmação da Tese + Observação Final:

  • Expressão Inicial: uma expressão ou palavra que indica ao leitor que o texto está sendo finalizado, tal como:
  • Assim,…
  • Portanto,…
  • Dessa maneira,…
  • Em face do que foi discutido,…
  • Reafirmação da Tese: reafirmação do seu posicionamento com base no que foi discutido no desenvolvimento.
  • Observação final: uma opinião adicionada ao parágrafo conclusivo, que pode ser uma reflexão sobre o tema ou uma sugestão (no caso da redação do ENEM).

Exemplo de como fazer uma redação perfeita na conclusão:

[EXPRESSÃO INICIAL]→ Em face do que foi discutido, [REAFIRMAÇÃO DA TESE]→ medidas urgentes devem ser tomadas para que cada um possa seguir a religião que escolheu sem sofrer retaliações. [OBSERVAÇÃO FINAL]→ Assim como as primeiras instruções para a vida de um ser vivo partem sempre do ninho ou do lar, as autoridades devem exigir, das próprias igrejas, uma cartilha de bons modos que doutrine os seus fiéis, com a inclusão da aceitação da fé alheia entre esses procedimentos, com punições, em forma de cobrança de impostos, às igrejas que não apresentarem atas que comprovem que os seus seguidores foram orientados.

Recapitulando (Como Fazer uma Redação Perfeita)

Nós vimos, neste artigo, técnicas preciosas de como fazer uma redação perfeita que, se  seguir à risca, farão você ter grandes chances de ser aprovado em qualquer exame.

Vimos que, para isso, é necessário:

  1. Começar por você: leitura e prática constante (fazer disso uma prioridade)
  2. Preparação: traçar o mapa do seu texto a partir do entendimento do tema
  3. Introduzir: Contextualização + Problematização + Tese
  4. Desenvolver: Argumentos + Estratégias Argumentativas
  5. Concluir: Expressão Inicial + Reafirmação da Tese + Observação Final

Espero sinceramente que essas dicas sobre como fazer uma redação perfeita tenham sido úteis para você.

Se realmente foram, não se esqueça de compartilhá-las nas redes sociais a fim de que mais pessoas sejam ajudadas.

Se ficou alguma dúvida, deixe um comentário que eu vou ter o maior prazer em respondê-lo.

Grandessíssimo abraço!